A favor da legalização do aborto no Mês Silvina disse: “Ninguém quer trazer à alma do mundo e de sofrer” – Tendências de Moda

A relevância do debate sobre a legalização do aborto nas últimas semanas comecei a tomar, não resolvidos na televisão Argentina. O debate de Pragas, apoiou Jorge Rial, a instalação de vários programas de e, respectivamente.

Vários famosos, que em favor legais межпарламентской gravidez, destacando-se, entre outros motivos, muitas mulheres que morrem anualmente no país de abortos clandestinos, realizados piores.

O famoso Silvina de um Mês, essas reclamações apoiou, e fez isso através de redes sociais. A atriz em sua conta no Instagram, que o dr. René Фавалоро discurso memorável então, como diz o ditado: “rico protege contra o aborto ilegal, é uma vergonha para o armazenamento e transmissão de conteúdo confidencial. Estou cansado de que, na morte, nós, as meninas, pobres, ricos aborten secreta. Nós varatas morre ” condições é em spas e casas de cama, prata sacándoles tem vergonha. Isso é uma vergonha para a família e no final sorteio com uma ilegalmente. Desde que o aborto não é muito, nem pouco, menos do aborto, a mãe com os sinais de morte violenta. O resto é aprendizagem, e não o de fazer leis”.

Silvina, por seu lado, disse, privada de pensamento. “Eu acho que o debate, muitos concordam, outros não. Mas respetemosnos por favor, vamos todos pensar juntos. Eu acho que ele pode ser o cara, para aprender a cuidar uns dos outros deve ser a dignidade da nossa própria vida”, disse o ex-Bi-membro do Sono, e disse: “qual é a mulher que, vítimas de violência, e não pode escolher? Que o mundo da criança é uma boludez, crescer, desenvolvendo o amor a ele e a todos os recursos. Um ninguém quer sofrer e o mundo”.

Na verdade…

MÊS, no total de publicações (@silvinalunaoficial) Feb 21, 2018 at 8:36 PST

Tags: , , , , , , , , , , , ,